Postado em 23 de Maio de 2016 às 17h31

    Relacionamentos desgastados, o que fazer?

    Casais (31)

    As relações têm bons e maus momentos. Às vezes, nos momentos difíceis, os parceiros ficam sem saber que vão fazer por que o desgaste é enorme, a raiva paira no ar e tudo passa a ser motivo de agressões. Aí vem a pergunta, continuar ou acabar? Não é fácil recuperar o relacionamento, mas é possível. Descobrir as causas do problema é o passo inicial.
    Não é difícil perceber quando uma relação começa a ter problemas psicológicos. Tem um cheiro de veneno no ar. Um pequeno comportamento de um dos parceiros da margem para a agressão do outro. O importante nesse momento é saber se a relação está com um problema ou se ela é totalmente irrecuperável.
    As pessoas precisam ter idéias dos sintomas de um relacionamento que está em envenenado para poder fazer a desintoxicação. Um dos fatores mais comuns da relação envenenada é o sentimento de impotência e de desesperança. É impotência de mudar o que precisa ser mudado. Essa sensação é como se você tivesse perdido o controle de si mesmo e dos problemas na relação. É como se você tivesse em queda livre incapaz de encontrar uma solução.
    Por outro lado, o desespero faz a gente imaginar que a vida e o relacionamento nunca mais vão mudar. É como uma percepção de que nos encontramos num beco sem saída e isso vai criando um círculo vicioso.
    Uma partida básica para iniciar essa desintoxicação e tentar eliminar as emoções negativas e procurar ver o que o relacionamento tem de bom. Isso evita que o casal invista muito e venha a morrer na praia.
    É preciso entender que reconstruir o relacionamento é um processo e leva o seu tempo. Como palavra diz, processo é algo contínuo que vai se construindo, é o contrário de tudo ou nada.
    Então é importante avaliar o relacionamento da seguinte forma: como era antes e como está agora. Toda relação de amor, seja ela de amizade, de mãe e filho, de marido e mulher, tem momentos melhores e piores. É mais ou menos comparado a conta corrente no banco, horas está mais alta, horas está mais baixa, quando não está no vermelho.
    Um dos grandes questionamentos que os relacionamentos tóxico nos trazem é a indefinição entre cair fora e procurar uma nova relação ou até ficar sozinho ou continuar na relação tentando mudar para melhorar. O medo, às vezes, faz com que a pessoa fique paralisadas, sem ação. Na verdade, você não se sente sem esperança porque não existe solução, mas, sim, acredita que não existe solução é precisamente porque sente muito medo.
    O que a gente pode fazer para vencer o medo? Para vencer o medo é importante que ele seja reconhecido. Quando o casal está crescendo, enquanto o casal continuar a ampliar a capacidade de se conhecer, esse casal está numa mudança. E toda a mudança gera medo. Mesmo quando essa mudança é para melhor. A melhor forma de perder o medo de fazer alguma coisa é fazendo.
    Mas porque o medo caminha junto com as pessoas ? A gente sabe que existem coisas que podemos controlar, enquanto outras estão além do nosso controle. Porém, se o casal se julgasse sem condições de influir no próprio destino, aí eles estarão duvidando de si mesmos, até de suas forças. Por isso existem os psicólogos, com formação específica na área de casais, que podem estar ajudando vocês.
    É bom lembrar que as forças do casal se desenvolvem ao aprender a lidar com os desafios reais, com a experiência de cada dia. A vida não é uma luta fácil.
    Acontece que fazer nos dá poder, portanto, se você sentir medo, lute assim mesmo pela própria sobrevivência e pela sobrevivência do seu amor.

    Por Ieda Dreger. 

    Veja também

    Só um novo amor apaga o antigo?24/05/16 O fim de um relacionamento é sempre doloroso. Quando é forçado pra uma das partes então... Solange, coitada, mal pôde aproveitar o namoro sem pesos na consciência com Luciano e já o perdeu. Achando que o amor da sua vida está morto, ela passa a se envolver com Miguel e aceita até se casar com ele. Assim, quem sabe, não apaga de vez Luciano de suas......
    Uma palavra sobre o ciúme24/05/16 Outro dia, falei com meu amigo Thiago, no programa Ver Mais, da RicRecord, sobre o ciúme. Como vieram diversas perguntas para o meu site depois disso, resolvi escrever sobre o assunto. Ter ciúme é normal? Sim, assim como o medo tem......
    Relacionamento ruim: fim ou recomeço?23/05/16 Você sabe por que duas pessoas permanecem juntas durante um período de tempo, numa relação afetiva? As pessoas costumam dizer: o amor, afinidade, companheirismo, respeito mútuo, amizade. Palavras bonitas, certo? Mas vazias. O......

    Voltar para Blog