Postado em 24 de Maio de 2016 às 17h06

    Insegurança, como resolver?

    Personalidade (33)

    Um dos motivos que mais leva as pessoas a buscarem o serviço de psicologia é a insegurança. E como ela é reconhecida? É quando você sente dificuldade grande em realizar uma tarefa mesmo que tenha plena capacidade para a mesma. Ou seja, você tem conhecimento sobre o assunto mas não consegue expor, sente-se travado. Outras vezes você não tem consciência que sabe sobre o assunto. Nunca se deu a oportunidade de trazer esta capacidade a tona, e no entanto, tem a crença de que não consegue. Esta crença não lhe permite prosseguir, nem ao menos tentar.

    A insegurança aparece também nas pequenas iniciativas do dia a dia, ir ao clube, ao cinema, almoçar fora de casa sozinho, puxar conversa com alguém interessante. Até na hora de buscar ajuda de um psicólogo, fica aquela angústia: “o que os outros vão pensar”, “o que eu vou falar”, “será que consigo pagar”, etc.

    Claro que a única forma de conseguir é tentar. Mas se você tem tentado com freqüência e não tem conseguido, isso vai te colocando a cada dia mais para baixo, então está na hora de buscar ajuda. Porque as próprias tentativas frustradas vão te dando a idéia de não conseguir e você passa a acreditar nisso.

    O que está por trás da insegurança é sempre um medo, medo de ser rejeitado, medo de que as coisas não dêem certo, medo de ficar só, medo de ficar pobre, de ficar desempregado, etc.
    Em outros momentos o medo da reação da outra pessoa, o que ela vai fazer, dizer, de que forma vai se comportar, vai ser agressiva, humilhante, etc. Qualquer possibilidade de se deparar com uma situação ou pessoa difícil lhe tira o ânimo de tentar e vem uma voz dizendo: fique fora desta, você não vai dar conta. E a insegurança se junta com a baixa autoestima.

    A gente percebe que a pessoa é insegura quando adia interminavelmente as coisas, “ depois eu faço”, e não faz nunca. Adia uma conversa, adia uma compra, adia uma atitude, adia um curso, adia sua terapia.

    A Insegurança pode ser a base para uma depressão e também de crenças irracionais, aquelas que não fazem sentido, tipo: preciso fazer tudo correto sempre para que me amem ou preciso ser maravilhosa para que me olhem. São pessoas que sempre buscam o valor de si próprios pelo que os outros dizem. Mas é uma atitude que trás extremo desconforto e sofrimento.

    Como uma pessoa fica insegura? Algumas pessoas já tem uma personalidade insegura, outros passaram por tanta dificuldade na vida, por eventos incapacitantes, que deixaram a pessoa mais sensível e mais inseguro. Mas é certo dizer que o inseguro sente-se inferior.

    E associa-se neste quadro a desesperança. Ela é a sensação de que não tem o que fazer, a sensação de não ter forças para mudar nada. O que trás a culpa. De qualquer forma a pessoa se acha um fracasso.

    O que está errado? O autoconceito, que é a forma como a pessoa se vê. Geralmente as pessoas tem um autoconceito cheio de erros de interpretação. Na verdade passam a se ver como uma pessoa que tem pouco valor, quando, se interpretado de outra forma, tem muito valor. Apenas não explora seus valores.

    A psicoterapia auxilia neste sentido, ou seja, que você possa ir reconhecendo os seus valores. Reconhecendo você, suas habilidades, seus defeitos, olhar a si mesmo de uma forma madura, completa, cheia de carinho, a fim de deixar brotar habilidades escondidas e de ver com atenção mudanças necessárias.

    Para cada situação existe uma solução, para cada pessoa também. Se você tem problemas, busque soluções. Viva a vida de forma plena.

    Por Ieda Dreger

    Veja também

    Se você é fofoqueiro (a), cuidado! A próxima vítima poderá ser você!24/05/16 Frequentemente alguém formula uma crítica destrutiva sobre a vida de um ator famoso, sem razões e fundamentos, apenas porque seu papel em uma novela ou um filme é de bandido, traficante, e outros. Às vezes os conselhos de uma pessoa não são levados em conta porque essa pessoa é de cor branca, cor negra, ou católico, judeu, etc. Esses comportamentos......
    Gracidez e adolescência25/05/16 A adolescente grávida não é um problema exclusivo dos dias atuais. Nossas avós casavam-se com 15 ou 16 anos e tinham vários filhos, porque era para isso que casavam. Ou seja, formar uma família grande e feliz. O que......
    Solidão é sempre ruim?24/05/16 A solidão possui dois lados em uma mesma moeda: de uma forma a pessoa se sente abandonada por não ter amigos ou uma companhia mais próxima, em outra ela pode ser por própria opção da pessoa, que se sente bem em ficar......

    Voltar para Blog