Postado em 24 de Maio de 2016 às 14h32

    Por que as mulheres traem?

    Gerais (41)

    Para iniciarmos o papo, precisamos primeiro entender o que é trair. Não sou eu quem vai dar esta resposta, porque para cada pessoa, casal, organização, etc, trair pode ter uma conotação. Há pessoas que dizem que trair é olhar para o lado, outras dizem que é fazer sexo, beijar, conversar...
    Homens e mulheres tem medos diferentes diante da traição, o homem tem mais medo da traição sexual a mulher tem mais medo da traição emocional.
    Durante muito tempo ouvimos dizer que a mulher quando trai é porque está apaixonada, ou seja, envolve sentimentos. Assim como o que se ouve com relação a traição masculina é que ela acontece por busca de sexo.
    Durante muito tempo foi assim e considero que por questões basicamente culturais, ainda é. No entanto, percebemos mudanças desde a revolução sexual dos anos 60. Mudanças que nos mostram conquistas femininas na sociedade (em lugares antes ocupados basicamente por homens) e na sua busca de realização pessoal e profissional. Com as mudanças ambos os sexos tiveram e ainda estão tendo que se adaptar aos comportamentos diferentes.
    Sexualmente a mulher está mais liberada, busca mais o prazer, não se acomoda apenas no dever e não se conforma em não ter orgasmo. Hoje busca ajuda profissional quando tem dificuldades sexuais, leva camisinha na bolsa, toma iniciativa da hora da conquista e trai quando está insatisfeita.
    O homem, por sua vez, anda meio perdido, sem saber ao certo qual é, agora, o seu papel na relação. Antes ele provia, determinava, mandava. Agora as coisas não se encontram mais tão estáticas.
    Infelizmente, apesar de todas as conquistas do universo feminino o machismo ainda persiste forte dentro da nossa cultura. A mulher que trai ainda é rotulada como vagabunda, enquanto a mesma atitude no homem é símbolo de virilidade. Mas mesmo assim as mulheres traem, não tenham dúvidas.
    E para resguardarem sua imagem, se for necessário, o fazem com absoluta discrição, sem deixar pistas que as comprometam futuramente. Além disto, muitas separam muito bem sexo de amor.
    Este status, entretanto, ainda é reservado ao universo de mulheres maduras (não necessariamente em idade) e bem resolvidas, mulheres que, como muitos homens, traem quando a rotina se instala e a traição funciona apenas como agente que pode revitalizar, não interferindo na estabilidade da relação. Há ainda aquelas mulheres que dizem que trair faz parte da natureza humana (masculina e feminina) e justificam assim sua traição.
    Ninguém duvida que a traição sexual acontece quando há algum tipo de insatisfação, seja ela amorosa ou física. Como seres humanos, todos nós, homens e mulheres, somos movidos pela busca incansável do prazer e fatalmente em determinados momentos nos sentiremos insatisfeitos e partiremos em busca da satisfação.
    Em alguns destes momentos teremos um parceiro ao nosso lado, que por algum motivo não estará nos satisfazendo, então, é aí, neste momento que brota a semente da traição.
    É muito difícil ver uma mulher trair por esporte, como a maioria dos homens faz, mulher tem que ter um motivo coerente para trair. Para mulheres geralmente o motivo é relacionado com o sentimento dela pelo parceiro, traímos quando nosso parceiro não mais nos emociona, não mais arrebata o nosso coração, não mais nos realiza como mulher.
    Traímos quando estamos inseguras em relação a nossos sentimentos, ou quando nos frustramos demais com o nosso parceiro. E se trairmos, dificilmente manteremos um amante por tempo indeterminado, como é de praxe entre os homens. Nós mulheres não gostamos de situações indefinidas, necessitamos das coisas bem resolvidas, de segurança.
    Geralmente o candidato em potencial para levar um chifre é o homem negligente com sua parceira, aquele que não dá atenção às suas necessidades emocionais, aquele que se recusa ao diálogo, aquele que não está atento às suas necessidades sexuais, às suas fantasias e desejos, aquele que mente demais e é descoberto em erros com freqüência, aquele que não sabe cativar e surpreender e é terrivelmente inseguro, insensível e machista.
    Trabalho com um paciente que diz não saber mais o que as mulheres esperam dos homens, porque parece que querem que eles sejam perfeitos (segundo ele). Talvez seja porque durante muito tempo nos contentamos com tão pouco e fomos tão exigidas que agora aprendemos a reclamar.
    Não estou dizendo que concordo ou discordo de traições. Cada casal tem suas regras e não me cabe julgá-las. Mas voltando a falar nas mulheres, na verdade poucos são os motivos que levam uma mulher a trair, algumas mulheres insistem em dizem que são motivos coerentes. Como homens o dizem quando traem. Eu pergunto, trair é uma das soluções, talvez a que traga mais problemas quando descoberta: dores, frustrações, raiva, ressentimento...porque então não buscar outras soluções?

    Por Ieda Dreger.

    Veja também

    O meu filho vai ser reprovado, e agora?24/05/16 Não é fácil mesmo, porque aquele é o seu filho, educado por você, estudando na escola que você escolheu. Num primeiro momento, as famílias responsabilizam a instituição. Em outros momentos culpam a si próprias. Mas, de qualquer forma, tudo parece se concentrar na culpa. Onde foi que eu errei? O que deu errado? Bem, as coisas não......
    E se seu filho for homossexual?24/05/16 É pouco provável que ao sonhar com o futuro de seu filho, os pais incluam em suas listas de características desejáveis a homossexualidade. Por mais esclarecidos que sejam, tendo ou não amigos com esse perfil e ainda que se......
    Filho mal educado o seu trabalho é dobrado25/05/16 Se você sente que a educação do filhote escapou ao seu controle, é hora de reavaliar a maneira como conduz a relação com ele. Os pais são os primeiros responsáveis pela educação dos......

    Voltar para Blog