Postado em 24 de Maio de 2016 às 14h09

    Você mais feliz!

    Gerais (41)

    Aprenda a expressar a sua raiva!

    Porque engolimos a raiva com tanta freqüência mesmo sabendo que faz mal?

    Por três motivos: medo de perder o amor do outro, desejo de evitar conflitos, e proteção da própria imagem.
    As mulheres com fama de boazinhas sentem mais dificuldade em expressar a fúria e ainda quem use a máscara de superioridade para fugir dela negando que é vulnerável às ofensas alheias.
    Temos a figura da mãe e da esposa que associamos a docilidade e nutrição. Isso é fruto de nossa cultura. Por isso a mulher raivosa tende a se sentir má ou culpada. Mas os conflitos precisam ser superados e não camuflados. Engolir é péssimo e dissimular de nada adianta – as tensões acabam se manifestando por meio de doenças, dores, pensamentos e alfinetadas destrutivas.
    Os outros não “devem” ouvir sua raiva mas você pode sofrer por ela? Pense nisso.

    Por Ieda Dreger. 

    Veja também

    Como falar com seu filho sobre a adoção25/05/16 Pais que estão pensando em adotar uma criança , ou que já o fizeram, enfrentam o medo e a ansiedade diante da perspectiva de explicar a seus filhos sua origem. “Mamãe, eu vim da sua barriga?” é uma pergunta natural e freqüente nas crianças. Pais esclarecidos, amorosos e bem intencionados preocupam-se com a importância do falar da......
    Seu casamento está em crise?23/05/16 Uma crise no casamento geralmente acontece quando vários fatores se juntam, e sem uma percepção atenta sobre eles, acabam por desencadear uma crise. As crises mais comuns no casamento estão relacionadas à dificuldades......
    Filhos que mandam e pais que obedecem?25/05/16 A responsabilidade de educar filhos é intransferível, ainda que algumas pessoas busquem fazê-lo. Mas o outro que vem cuidar é um substituto, nunca um pai. E as próprias crianças compreendem isso quando dizem:......

    Voltar para Blog